Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entra e Senta

Entra e Senta

Sab | 01.05.21

Os Clássicos - Emily Bronte

Emily Bronte nasceu a 30 de julho de 1818, em Thornton, Yorkshire (Inglaterra). Era filha de Patrick Bronte, um padre anglicano vitalício, e Maria Branwell, que morreu quando esta tinha apenas três anos de idade. Era irmã de Charlotte e Anne Bronte, também escritoras, e de Maria, Elizabeth e Patrick. Emily chegou a estudar num colégio interno juntamente com três das suas irmãs, sendo que voltaram para casa devido a um surto de febre tifóide que terminou com a vida de Maria e Elizabeth.

Aos 20 anos de idade era já professora na Law Hill School, mas o stress e excesso de trabalho deixaram-na doente, forçando-a a regressar a casa. Emily isolava-se muito, passava os dias sozinha, dedicando-se às tarefas domésticas e à catequese. Era uma autodidata, e aprendeu sozinha alemão e a tocar piano.

Viveu durante uns tempos na Bélgica, com a sua irmã Charlotte, mas ambas regressaram a casa aquando da morte de sua tia.

Morreu a 19 de dezembro de 1848, em Haworth, um ano após a publicação da sua única obra “O monte dos Vendavais”, devido à tuberculose. Recusava-se a tomar a medicação e a ser consultada pelos médicos, mas as suas últimas palavras foram “Podem chamar um médico? Queria que um me visse.”.

Emily era muitas vestes descrita como uma mulher racional, lógica, com grande teimosia e capacidade argumentativa. Muitos diziam até que “Devia ter sido um homem.”. Das três irmãs, a sua poesia é ainda hoje a mais apreciada.

Haworth, a vila onde escreveu “O monte dos Vendavais”, era uma zona já muito industrializada, logo a inspiração para o retrato do monte veio da charneca superior a que estava habituada a frequentar.

2 comentários

Comentar post