Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entra e Senta

Entra e Senta

Sex | 21.05.21

Os Clássicos | O Monte dos Vendavais

O monte dos vendavais.jpg

É um dos clássicos da literatura mais conhecidos, escrito por Emily Bronte sob o pseudónimo de Ellis Bell. Conta a história de amor de Catherine Earnshaw e Heathcliff, irmãos adotivos que viram a sociedade e o mundo contra os seus sentimentos, causando anos de tortura, vinganças e dor. É um romance doloroso, com algumas gargalhadas, mas muita angústia.

Em primeiro lugar, adorei a escrita de Emily Bronte, pois apesar de ser simples e de fácil compreensão, era inerentemente bela, com descrições capazes de nos transportar para o Monte dos Vendavais ou a Granja dos Tordos. Os capítulos eram, na sua grande maioria, curtos e pouco cansativos. Não obstante, tive de me forçar a ler em alguns dias, por sentir que havia pouco desenvolvimento na história.

Em segundo lugar, apaixonei-me por certas personalidades que tornaram o enredo mais rico e interessante, como Joseph e a sua rudez cómica, Catherine Earnshaw e as suas manias e insultos, e Harenton, com o seu coração tão bondoso apesar de pouco trabalhado. Conhecer a história destas personagens, e das suas famílias, foi cativante, e manteve-me agarrada ao livro durante horas. Todavia, creio que muitas vezes tinham atitudes muito excessivas: o próprio amor de Heathcliff e Catherine é excessivo, dramático, e tem repercussões algo desnecessárias, talvez devido às personalidades tão intensas dos dois.

Por fim, senti que o final do livro foi justo, e terminei-o como se encontrasse finalmente paz. Depois de 400 páginas envolvida em tanto conflito, encontrar justiça, amor e calma no último capítulo deixou-me com um sorriso no rosto.

Contudo, tenho de confessar que a forma como a história nos foi narrada não foi a melhor para mim. Conhecer uma história de amor através da perspetiva de um terceiro, neste caso Nelly, fez com que eu tivesse algumas dificuldades em me identificar, em sentir as dores e as amarguras das personagens. Não conhecia o seu mundo interior, os seus pensamentos e sentimentos mais íntimos, o que me aborreceu. Além disso, gostaria tanto de ver algum desenvolvimento positivo em algumas personagens! Gostaria que Heathcliff esquecesse a sua vingança, mudasse a sua mentalidade! Gostaria que Linton deixasse de ser um egoísta e apoiasse Catherine! Não obstante, estes comportamentos, esta falta de evolução, representam a vida real, onde as pessoas raramente mudam, logo o romance apenas permaneceu fiel à nossa sociedade.

Concluindo, “O Monte dos Vendavais” é um livro bastante interessante, que nos faz refletir sobre o amor desmedido, a natureza humana e o impacto da sociedade na nossa vida. Para quem gosta de Romances e livros sobre séculos passados, é uma leitura obrigatória.

Muito brevemente publicarei uma resenha mais detalhada, onde me foco nas personagens e na história, logo terá spoilers. Assim, fiquem atentos se tiverem interessados! 😊

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.